Navegar para Cima
Logo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas
Direção Regional dos Recursos Florestais
 



 

 

 

Codorniz

Coturnix coturnix

 
 
 
Características gerais:
 
Mede cerca de 18-20 cm. A plumagem do dorso tem a cor de areia, com listas pardas e negras. Nos flancos alternam as franjas claras e escuras e no ventre predominam as cores claras. Na cabeça existe uma lista branca.
 
O macho apresenta a garganta castanho-escuro, com uma barra escura em forma de âncora e o peito de cor ruivo-alaranjado, sem manchas.
 
A fêmea apresenta a garganta branco-creme, sem listas e o peito de cor clara, manchado com pequenas manchas pretas.
 
                                             
       Codorniz Macho                                       Codorniz Fêmea   
 
É uma ave de atividade diurna. É sedentária no arquipélago. O canto é invulgarmente forte e característico, podendo ser escutado com maior frequência no início ou no final do dia.
 
 
Habitat:
 
Nos Açores, a codorniz encontra-se em campos abertos, cultivados com herbáceas, preferindo os terrenos de menor altitude e com temperaturas mais amenas. O habitat da codorniz tem sofrido grandes alterações, em consequência da evolução da agricultura. Dos terrenos outrora ocupados por trigo, tremoço, entre outras culturas, a codorniz vê-se atualmente limitada quase exclusivamente a terrenos de pastagem e milho.
 

 
 
Alimentação:
 
É uma ave omnívora, que prefere as sementes das plantas gramíneas. Na fase juvenil, procura proteína animal em insetos, como por exemplo formigas.
 
 
Reprodução:
 
Espécie poligâmica. Nidifica no solo. Os acasalamentos iniciam-se a partir de Janeiro/Fevereiro e as posturas decorrem com maior intensidade nos meses de Maio, Junho e Julho. Cada fêmea põe 7 a 12 ovos, que são incubados durante cerca de 17 dias. Logo após a eclosão, os pintos abandonam o ninho, seguindo a sua progenitora. O crescimento é muito rápido (atingem a maturidade sexual por volta das 12 semanas).